Español    |    English  
 
 
  Produtos

Resfriamento e revenimento

Resfriamento

A escolha do meio de resfriamento adequado depende basicamente do tipo de aço utilizado, e das propriedades mecânicas que se pretende obter. A seguir alguns tipos de tratamento que utilizam banhos de sais como meio de resfriamento.

Martêmpera: a martêmpera é indicada quando houver a necessidade de se obter peças com menores variações dimensionais após tratamento térmico. Esse tratamento consiste no aquececimento das peças até completa austenitização, resfriamento brusco até temperatura acima da temperatura de início da transformação martensítica (Mi), manutenção à temperatura por período de tempo que permita a equalização das temperaturas do núcleo e da superfície, seguido de resfrimento posterior ao ar. Dessa maneira as distorções pós-têmpera são minimizadas e as propriedades obtidas são as decorrentes da estrutura martensítica. A temperatura utilizada no primeiro resfriamento (banho de sal) depende diretamente do material a ser tratado e da geometria das peças a serem martemperadas. A escolha do sal de martêmpera adequado depende principalmente do tipo de aço tratado, da temperatura de austenitização e do meio de aquecimento utilizado. Após a martêmpera as peças devem passar pelo tratamento de revenimento.

Austêmpera: a austêmpera é um tratamento isotérmico utilizado quando se objetiva tenacidade, ductilidade e resistência mecânica, propriedades decorrentes da estrutura bainítica. Esse tratamento consiste de um aquecimento para completa austenitização, e resfriamento posterior realizado em duas etapas, sendo a primeira usualmente em banho de sal até a temperatura de transformação isotérmica da austenita em bainita, seguida de um resfriamento posterior ao ar. A temperatura de transformação isotérmica a ser utilizada depende da composição química do aço empregado e da dureza final desejada, e o tempo nessa temperatura deve ser suficiente para garantir uma completa transformação bainítica. A escolha do sal de austêmpera mais apropriado depende normalmente da menor temperatura necessária para o banho de resfriamento.


Revenimento

O revenimento é um tratamento térmico realizado posteriormente à têmpera com objetivo de reduzir a fragilidade imposta ao material em decorrência do resfriamento abrupto da têmpera e tensões decorrentes da transformação martensítica. Esse tratamento consiste no aquecimento do material temperado até uma determinada temperatura, permanência nessa temperatura por um determinado período de tempo, e resfriamento posterior que em geral é realizado ao ar, mas em determinados casos deve ser realizado em água. O revenimento em banhos de sais tem sido em diversas ocasiões preferido em função da ótima homogeneidade de temperaturas que proporciona.

MARTÊMPERA, AUSTÊMPERA E REVENIMENTO
Produtos Temperatura de trabalho Características
AS 300 330-550ºC O sal AS a ser utilizado é selecionado em função da mínima temperatura de trabalho 
AS 270 300-550ºC
AS 235 260-550ºC
AS 220 250-550ºC
AS 170 190-550ºC
AS 140 160-550ºC

RESFRIAMENTO e REVENIMENTO
Produtos Temperatura de trabalho Características
GS 430 / GS 520 500-700ºC Indicado para resfriamento e revenimento de aços rápidos e de alta liga 
GS 230 270-600ºC Indicado para resfriamento e revenimento de aços em geral 
 
     
     
      Desenvolvido por NT Tecnologia